Londres: Como usar o Oyster (Ou: She’s Got a Ticket to Ride)

Londres Capital da Diversidade
10 de agosto de 2018
Onde Comer BBB em Londres
10 de agosto de 2018

Implantado em 2003, o Oyster foi o primeiro cartão inteligente de transporte do mundo. E na minha modesta (e não-solicitada) opinião, continua o mais inteligente do planeta, porque consegue gerenciar e baratear um sistema de tarifação bastante complicado e caro.

Sem Oyster, uma viagem de metrô dentro da zona 1 custa £6,50 (R$ 32 no câmbio de abril/2016). Com Oyster, custa £2,40 (R$ 11,90). Além disso, existe um teto diário, ou “price cap”, a partir do qual não paga mais pelas viagens. Na zona 1, a tarifa máxima diária é de £6,50 (R$ 32) — ou seja, pelo preço de uma viagem avulsa você anda o dia inteiro de metrô (na zona 1).

Também é possível carregar o cartão com um passe semanal ou mensal Travelcard. E mais! (Sim, parece infomercial): dá para misturar as duas coisas, carregando, além do passe semanal, um saldoo avulso para viagens às zonas mais distantes.

Você pode comprar seu Oyster em qualquer estação de metrô. O cartão é válido também nos ônibus, bondes, monotrilho DLR e trens suburbanos (inclusive os que levam aos aeroportos Gatwick e City). Também dá para usar o Oyster nos barcos Thames Clippers, que vão a Greenwich — mas a passagem é cobrada à parte, retirada do saldo ‘extra’ do Oyster, sem contar para a tarifa máxima do dia.

Veja tintim por tintim como o Oyster funciona. (No fim do texto, também conto sobre o Travelcard de papel).

1 | Onde Comprar o Oyster

O Oyster é vendido em qualquer estação de metrô, tanto em máquinas quanto nos guichês. O plástico custa £5 — mas esse investimento inicial é apenas um depósito: caso você devolva o cartão antes de viajar, a grana será restituída (assim como um eventual saldo não-usado).

2 | Como Carregar o Oyster

Tanto nas máquinas quanto nos guichês existem três jeitos de carregar seu Oyster.

  • Você pode carregar com um valor qualquer em libras — £5, £15, £30, você é quem manda. O seu Oyster passa a funcionar então no sistema Pay As You Go. O valor carregado vai ser deduzido gradualmente a cada viagem que você fizer, de acordo com a tarifa Oyster para aquele trecho e horário (que, como vimos acima, é bem mais em conta do que a tarifa para quem não usa Oyster). Ao atingir o teto diário para as zonas pelas quais você transitou, o sistema pára de deduzir do seu saldo até o dia seguinte.
  • Você pode carregar com um passe Travelcard semanal ou mensal, válido para zonas específicas. Um 7-day Travelcard válido apenas entre as zonas 1 e 2 custa £32,40 (R$ 160); válido entre as zonas 1 e 5 custa £55,20 (R$ 273). O Travelcard semanal dá direito a 7 dias de viagens ilimitadas dentro das zonas contratadas, contando a partir do primeiro uso (e não da compra). Se você ficar 6 dias na cidade, o Travelcard semanal já vale a pena.
  • Você pode carregar seu Oyster com as duas coisas ao mesmo tempo! Por exemplo: pode carregar com um 7-day Travelcard para as zonas básicas, mais umas librazinhas extras para as escapulidas a uma outra zona. Dentro das zonas contratadas, o Oyster funcionará no modo Travelcard; quando você sair da zona do passe, ele passará a funcionar automaticamente no modo Pay As You Go, somente para o percurso adicional. E mais (olha o infomercial de novo): você pode fazer esse carregamento de saldo extra a qualquer momento — por exemplo, no momento em que se der conta de que vai fazer uma viagem que ultrapassa a fronteira das zonas do passe. Não é lindo?

3 | Como Usar o Oyster

É igualzinho aos cartões magnéticos de transporte em funcionamento no Brasil. Você aproxima o cartão do sensor e, havendo passe válido ou saldo mínimo para a menor corrida, a catraca é liberada.

(Se você tiver alguma dúvida sobre o conteúdo do seu Oyster, pode usar uma maquininha que informa quanto o cartão ainda tem de saldo ou de tempo para expirar a validade do passe carregado.)

A diferença está na saída: você precisa novamente aproximar o Oyster do sensor para sair. É nesse momento que o chip faz as contas de quanto custou a viagem (levando em consideração as zonas percorridas e o horário), faz a dedução do valor e informa o saldo restante.

Agora, a pegadinha: caso você não tenha saldo suficiente para sair, vai pagar uma multa na hora. Por isso, lembre-se de carregar seu Oyster ANTES de sair da zona do seu passe.

E o Travelcard de papel? Ainda tem a promoção de ingressos 2×1?

  • Vamos lá. Convivendo com o moderno e inteligente Oyster Card ainda existe um passe de papel, o Travelcard físico. Há o Travelcard de 1 dia e o Travelcard semanal, sempre com validade para zonas específicas. O Travelcard de papel apresenta duas vantagens com relação ao Oyster. A primeira: dispensa o depósito inicial. O Travelcard de 1 dia pode ser comprado nas modalidades Anytime Day Travelcard (válido também no horário de pico, que é de segunda a sexta das 4h30 às 9h29 da manhã), ou Off-Peak Day Travelcard (válido apenas a partir das 9h30 da manhã em dias úteis, e durante o dia inteiro nos sábados, domingos e feriados).
  • Pegadinha 1: o Travelcard de um dia já não vale mais a pena para turistas. Custa o dobro da tarifa máxima do Oyster para um dia. Veja a lista completa de tarifas aqui.
  • Pegadinha 2: o Travelcard de uma semana vale a pena, mas é necessário fazer uma carteirinha. Tem que levar foto a uma estação de trem.
  • Vantagem 1: o Travelcard de papel dispensa o depósito inicial do Oyster.
  • Vantagem 2: quando comprado numa estação de trem, o Travelcard de papel oferece a possibilidade de comprar ingressos para algumas atrações de Londres no esquema 2×1 (pague 1, leve dois ingressos). Entre as atrações participantes podem estar a roda gigante London Eye, o museu de cera Madame Tussauds, a Tower of London, a London Bridge Experience, o Aquário e o London Dungeon (veja  quais os participantes no momento; as atrações variam). Para ter direito ao desconto, além de ter um Travelcard de papel válido comprado numa estação de trem, é preciso imprimir vouchers da internet. A Eneida Latham do Londres para Principiantes dá o passo a passo..
  • As maiores desvantagens do Travelcard de papel com relação ao Oyster são de ordem prática. Se você for sair da zona comprada, vai precisar descer do trem, sair, e entrar de novo com um Oyster carregado (ou uma passagem avulsa, tarifa cheia). Ou seja: toda aquela mágica do passe inteligente vai pro saco.
  • Note que existe outra maneira de economizar em grandes atrações: comprando online os combos pelo site do Madame Tussauds (LondonEye + Madame Tussauds, por exemplo) você ganha até 50% de desconto no valor dos tickets. Eu iria por aí…

4 | E o Visitor Oyster card? Não é melhor para turistas?

O Visitor Oyster Card, um Oyster específico para quem não mora em Londres, tem a mesma mecânica de funcionamento do Oyster convencional — também é um cartão inteligente recarregável que pode ser usado em diversos meios de transporte em Londres.

As tarifas por viagem não são diferentes das tarifas do Oyster.

O custo do cartão é de £3, menos do que os £5 do Oyster comum, mas esse valor não é reembolsável (e o do Oyster regular, é). Ao final, você pode pedir reembolso do saldo não utilizado que tiver sido carregado no cartão para compra de passagens.

Também tem outra pegadinha: o Visitor Oyster Card não é vendido em Londres, apenas online (e enviado por correio, cobrando custos de envio) ou em pontos de venda fora da cidade (aeroportos Gatwick e Stansted, e a bordo dos trens Eurostar para Londres).

A vantagem embutida no cartão são descontos em algumas atrações e restaurantes em Londres, mas o catálogo ainda não é interessante o suficiente para justificar o gasto extra de £3 pelo cartão, ou a pouca facilidade de compra. Uma das atrações mais bacanas contempladas, o bondinho Emirates Air Line Cable Car oferece os mesmos descontos para usuários do Oyster comum e do Travelcard de papel.

Fonte: Viaje na Viagem com Ricardo Freire


Connection Line

Atuando no mercado desde 1989 a Connection Line possui experiência comprovada, oferecendo todo o apoio e a maior variedade de produtos e serviços, para que sua experiência no exterior seja realmente enriquecedora.

Saiba mais em www.connectionline.com.br

Visualizar todos os posts do Blog

Receba nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da Connection.

 
 
Siga nas Redes Sociais