Ordem e progresso

Santiago: a capital do Chile é o espelho perfeito da trajetória recente do país.

Limpa, ordeira, afável, moderna – Santiago é um modelo de eficiência. Constatar a existência de uma cidade tão civilizada nas nossas latitudes já vale a viagem. Se bem que, quando o fog dá uma trégua e deixa entrever a Cordilheira ao fundo, o adjetivo que vem à sua cabeça é: linda.

O Centro ainda conserva alguns prédios históricos, e praticamente monopoliza as atrações turísticas.
Colados ao Centro, os barrios Lastarria e Bellavista são pólos gastronômicos com boas opções de hospedagem.
Providencia é o bairro do comércio e uma das regiões preferidas dos brasileiros.

Mais adiante, El Golf e Vitacura revelam a nova Santiago, de avenidas amplas e prédios moderníssimos. Os hotéis mais estrelados e restaurantes top estão por lá.

O Chile inteiro não cabe numa viagem só. Aproveite para descobrir um pouco mais de Santiago a cada visita.

1 | Quando ir

Santiago é um destino para ir o ano inteiro. Mas cada época tem sua característica, claro. Fora do inverno, você só verá neve se São Pedro resolver antecipar ou prolongar as nevascas. E alguns feriados fecham realmente tudo — fica difícil até de conseguir restaurante aberto (mas seu hotel sempre saberá onde encontrar o mais próximo que esteja funcionando).

2 | Neve em Santiago

A neve não cai exatamente em Santiago, mas nas montanhas dos arredores. Nevar na cidade é um evento muito, muito, muito raro. (Mas é certo que as montanhas fiquem branquinhas.)

Se você faz questão de tocar na neve, programe sua viagem para julho, agosto ou setembro. Nesses meses é garantido que você encontre neve no alto da montanha (em Santiago mesmo não neva).

Não é garantido, mas também é possível encontrar neve na montanha em junho e outubro; excepcionalmente, em maio também. Mas de novo: não conte com isso.

No inverno, espere mínimas abaixo de 5ºC e máximas ligeiramente acima de 10ªC.

3 | Santiago fora do inverno

Fora do inverno, quase não chove.

Em dezembro, janeiro e fevereiro as máximas podem chegar perto dos 30ºC — mas a baixa umidade faz cair a temperatura na madrugada, quando pode chegar a 12 ou 13ºC. De todo modo, nesta época é bom certificar-se de que o seu hotel tenha ar condicionado (alguns não têm).

Em março, abril, outubro e novembro as máximas podem passar dos 20ºC, mas em compensação podem ocorrer mínimas abaixo de 10ºC.

4 | Feriados no Chile

O Carnaval não é feriado no Chile. Tudo funciona normalmente.

Há alguns feriados em que todo o comércio fecha, e fica difícil até encontrar restaurantes abertos:

  • Natal
  • Ano Novo
  • Sexta-feira Santa
  • Domingo de Páscoa
  • Primeiro de Maio
  • Fiestas Patrias: 18 e 19 de setembro

Durante as festas pátrias, muitos chilenos emendam e viajam. Espere encontrar muitos turistas nacionais em todos os destinos importantes. Em Santiago, procure as feiras que acontecem nessa época, e que substituem com vantagem os restaurantes e lojas que fecham.

5 | Réveillon em Santiago

O Réveillon é barulhento e animado nas ruas de Providencia, com santiaguinos agitando bandeiras chilenas. Mas a grande celebração é em Valparaíso e Viña del Mar, com queima de fogos de artifício e festa a noite inteira (Valpo mais animada que Viña).

Peça já o seu orçamento!

Seu nome:

Seu e-mail:

Telefone:

Assunto:

Mensagem:

Peça já o seu orçamento!

Seu nome:

Seu e-mail:

Telefone:

Assunto:

Mensagem:

Peça já o seu orçamento!

Seu nome:

Seu e-mail:

Telefone:

Assunto:

Mensagem:

Peça já o seu orçamento!

Seu nome:

Seu e-mail:

Telefone:

Assunto:


Mensagem: